Novas da Guiné Bissau: Após 15 anos a Guiné-Bissau volta a exportar castanha de caju processada para o mercado Americano

Após 15 anos a Guiné-Bissau volta a exportar castanha de caju processada para o mercado Americano

Barco com um contentor cheio de castanha de caju da Guiné-Bissau está agora acaminho dos EUA (Newark,NJ).

O contrato foi celebrado entre ATC Caju (Associação de transformadores de caju da Guiné-Bissau) e a Agência deRichard Franco e facilitada pela SNV Guiné-Bissau no âmbito da “Promoção do processamento local do caju”, financiado pela União Europeia e implementado pelo projeto e SNV e a FUNDEI-CPC. O contrato tem o valor total de 104.000USD, e se tudo decorrer como planeado este é apenas o primeiro de muitos!

As cooperativas SNV e FUNDEI apoiam são membros oficiais da ATC Caju, a sua produção não foramneste contentor (devido à quantidade de semente em estoque), esta conquista é de grande incentivo para a sua produção. Já em negociação o fornecimento do próximo contentor.

ATC Caju promove a exportação conjuntas entre várias pequenas empresas de processamento de caju, que por seu tamanho (e / ou capacidade de produção) não pode satisfazer as exigências do mercado internacional em relação às quantidades desejadas (pelo menos um container / mês).

Estamos muito felizes!

via Novas da Guiné Bissau: Após 15 anos a Guiné-Bissau volta a exportar castanha de caju processada para o mercado Americano.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s