Noticias ao Minuto – Partidos saúdam Ramos-Horta por representar ONU na Guiné

África Partidos saúdam Ramos-Horta por representar ONU na Guiné

Quatro das cinco formações políticas com representação parlamentar na Guiné-Bissau saudaram, esta terça-feira, a nomeação do antigo Presidente de Timor-Leste José Ramos-Horta para representante do secretário-geral das Nações Unidas no país.

Lusa MUNDO

20:27 – 08 de Janeiro de 2013 | Por Lusa

Para Augusto Olivais, secretário nacional do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, maior partido), Ramos-Horta “é bem-vindo à Guiné-Bissau”, por ser uma personalidade “que representa a paz”.

“Neste momento a Guiné-Bissau precisa de uma figura de paz para trazer a mensagem de paz ao país. O senhor Ramos-Horta é bem-vindo à Guiné-Bissau. Pensamos que com a sua experiencia, que ele viveu em Timor-Leste, como Presidente da República, o sofrimento e a tolerância que teve para tirar aquele povo dos sacrifícios, pode ajudar a Guiné-Bissau”, disse Augusto Olivais.

O secretário-geral do Partido da Renovação Social (PRS, segundo maior partido), Florentino Pereira, disse que o seu partido se congratula com a nomeação de José Ramos-Horta “tendo em conta o seu perfil”, e considera que se o novo representante da ONU quiser tem as capacidades para ajudar a Guiné-Bissau a reencontrar-se.

“Pensamos que tem condições (para ajudar a Guiné-Bissau), estamos a falar de um prémio Nobel da paz, de uma pessoa do espaço lusófono e com boas relações. Um ex-presidente da República e cidadão de um país que viveu crises como a Guiné-Bissau”, defendeu Florentino Pereira.

PUB

O líder do PND (Partido da Nova Democracia), considerou como “boa escolha” a figura de Ramos-Horta para liderar a UNIOGBIS (Gabinete integrado das Nações Unidas para o apoio a consolidação da paz na Guiné-Bissau), sobretudo, devido à sua experiência.

Para Mamadu Iaia Djaló, Ramos-Horta enquanto ex-governante timorense visitou várias vezes a Guiné-Bissau por isso “conheceu bem” os problemas e o povo guineenses.

O novo presidente do Partido Republicano da Independência e Desenvolvimento (PRID), Afonso Té, disse que “a seu tempo” tornará pública a posição do seu partido sobre a nomeação de José Ramos-Horta.

O antigo Presidente de Timor-Leste e Nobel da Paz, José Ramos-Horta, foi nomeado no início deste mês representante do secretário-geral das Nações Unidas na Guiné-Bissau onde deverá chegar em breve.

Ramos-Horta vai substituir o diplomata ruandês Joseph Mutaboba, que terminou o mandato no dia 31 de Dezembro de 2012.

via Noticias ao Minuto – Partidos saúdam Ramos-Horta por representar ONU na Guiné.

Advertisements

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s