Ditadura do Consenso: Guiné-Bissau: União Africana apela ao envolvimento internacional

A União Africano (UA) apelou ao envolvimento internacional na Guiné-Bissau, avisando que iria tomar medidas concretas sobre a situação depois de receber um relatório abrangente. O Conselho de Paz e Segurança (CPS), que se reuniu em Addis Abeba, Etiópia, na passada sexta-feira, apela ao envolvimento internacional na Guiné-Bissau após a última tentativa de golpe, que ocorreu a 21 de outubro, quando uma unidade militar foi atacada.

Embora a UA não especifica as medidas que pretende tomar, o órgão continental avisou que iria tomar as medidas concretas. O ataque deixou sete pessoas mortas (dez pessoas foram mortas, depois de torturas) e aumentou a tensão no país que sofre golpes a cada seis meses. “O aumento de tensão foi causada pelo ataque de 21 de Outubro contra a base aérea de Bissalanca, o que resultou na perda de vidas humanas”, diz a UA em comunicado após a reunião de sexta-feira.

A Comunidade Económica da Africa Ocidental (CEDEAO) foi envolvida nos esforços para restabelecer a ordem política no país mas até hoje não se mostrou capaz. O Primeiro-ministro Carlos Gomes Júnior foi derrubado em abril, com as autoridades golpistas a insistirem na sua vontade de garantir que Carlos Gomes Jr não concorreria à Presidência. Analistas dizem que a crise neste país Oeste Africano, tem que ver com os militares, que não toleram nem os governantes nem os civis.

O CPS sublinhou a necessidade de um esforço regional e internacional continuado para consolidar os progressos e a busca de uma solução duradoura. Enquanto isso, a União Africana anunciou que enviará uma delegação composta pela UA, CEDEAO, e pela ONU e a União Europeia, para visitar o pais. A UA pretende realizar uma revisão por meio das suas decisões sobre a Guiné-Bissau no prazo de 60 dias. PANA

via Ditadura do Consenso: Guiné-Bissau: União Africana apela ao envolvimento internacional.

One comment

  1. Nao houve qualquer tentativa ataque contra o aquartelamento de paracomandos no dia 21 de Outubro e muito menos uma tentativa de golpe de Estado, com o quiseram entender.. Houve sim uma manobra para enganar a opiniao publica nacional e internacional sobre a verdadeira situacao do pais apos 12 de Abril. Pansau Ntchama foi utilizado apenas para cobrir um assunto que desconhece

    Na verdade, o CEMGFA quis vingar-se dos Felupes que nao perdoam os ladroes. Desta vez nao perdoaram um grupo deles que trabalha para o Antonio Injai.. Raivoso, este quis vinga-los.Como nao podia faze-lo de outra modo, inventou o caso 21 de Outubro.

    Um outro objectivo que o regime militar quis alcancar, era incriminar oCarlos Gomes Junior e fazer com que o mundo ficasse com ma intencao sobre a sua pessoa.

    Pansau chegou a Guine com a cumplicidade do proprio Antonio Injai e hospedado numa pequena unidade hoteleira cujo proprietario e um parente dele, Dionisio Cabi.

    Como seria possivel que pansau viesse de Portugal para atacar um aquartelamento a fim de conseguir armas que infelizmente nao podia trazer a partir daquele pais?

    Como seria possivel que houvesse ataque a um aquartelamento sem que houvesse ali troca de tiros ou em que apenas ficaram vitimas os atacantes?

    Contudo, dentre os mortos por causa do Pansau, Dionisio cabi ainda anda por ai.

    .

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s