Opinião: “Acho que estão a tentar matar o meu Pai” – Drª Guie-Aissatu N`djai

Acho que estão a tentar matar o meu Pai” – Drª Guie-Aissatu N`djai

Toda esta peça de teatro montada tem, no meu ponto de vista, como um dos objectivos silenciar o meu pai.

Ouvindo as declarações acusatórias do Governo, a nota de imprensa do PRS, vejo que estão à procura de um bode expiatório.

Estou assustada, pela primeira vez desde que comecei a viver a vida do meu pai.

==Nota à Imprensa==

Hoje (segunda-feira, 22 de Outubro de 2012), por volta das 13h30, à família N`jdai foi comunicado por um dos familiares que o Dr. Iancuba N`djai, depois de ter recebido uma chamada telefónica do PAIGC, para uma reunião na sede do PAIGC, foi detido ilegalmente e agredido por um grupo de militares armados que o conduziram num jeep sem matrícula e vidos [vidros] escuros a [à] pate [parte] incerta, ao que se sabe o proprietário é o Sr. Júlio Nhate, sobrinho do Chefe de Estado Maior Geral das Forças Aramadas, e que até ao momento, desconhecemos o local onde se encontra.

Neste contexto, tendo conhecimento das declarações do porta-voz do governo ontem, Sr. Frenando Vaz, que acusou a FRENAGOLPE de estar por detrás daquilo que disseram golpe de estado e associado ao facto de, como se sabe, numa das reuniões do Conselho Militar e na Presença do Presidente da república de Transição, o Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas disse e em bom som que se o governo não calasse Dr. Iancuba N`djai ele o faria. Tomando em consideração a situação de rapto do Dr. Iancuba N`djai hoje na sede do PAIGC, a família declara:

Exigir a libertação incondicional do Dr. Iancuba N`djai da prisão arbitrária;

Responsabilizar todas as autoridades de transição (Presidente da República e o Governo de Transição) por qualquer situação que venha a acontecer com o nosso pai;

Responsabilizar o Chefe de estado Maior General das Forças Armadas, pela segurança e vida do nosso pai;

Responsabilizar a missão da CEDEAO na Guiné-Bissau, cujo um dos mandatos é proteger os políticos e civis por quaisquer.

Bissau, 22 de Outubro de 2012

Em representação da Família

Drª Guie-Aissatu N`djai

 

via Opinião: “Acho que estão a tentar matar o meu Pai” – Drª Guie-Aissatu N`djai.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s