Kumba medi rindido na si chefundadi « pasmalu

por pasmalu

Pela primeira vez Kumba sente-se acossado, não pelas críticas que vêm de fora, mas sim porque, dentro do seu partido, está a ser fortemente contestado e a sua liderança está em perigo.

Vai daí decidiu apresentar os seus novos “pensamentos filosóficos”, ele que tirou quatro cursos, todos obtidos num domingo, com a universidade fechada, uma vez que nunca ninguém viu sequer o rascunho desses diplomas. Puxou do seu crioulo mais vernáculo e fingindo atacar Nhamajo, Cadogo e outros, fez uma intervenção virada para os seus opositores internos, utilizando uma linguagem fedi, própria de quem nunca teve pai ou um velho que algum dia o tivesse educado.

A violência da sua intervenção vem mostrar a situação de desespero por estar a perder os cordelinhos do poder no PRS. Dos vários candidatos que se perfilam, Artur Sanhá, a mando de Indjai é aquele que se apresenta de igual para igual. Os outros esperam uma aberta e vão maquinando clandestinamente, como sempre foi hábito no PRS.

A tática do Kumba é procurar voltar à primeira linha, recuperando os temas da contestação dos seus opositores internos (a chefia do presidente Nhamadjo é pessimamente aceite, as alianças com figuras por ele consideradas de idiotas e parvos como o Henrique Rosa, o regresso do Cadogo que lhe é completamente intolerável, o governo que é, considera, liderado por um incompetente do PAIGC que simula ser do PRS, havendo poucos dirigentes do seu partido nos cargos ministeriais).

Assumindo a liderança da contestação, fala pela primeira vez em estar disposto a morrer, julga que assim reduzirá os seus opositores e evitará que lhe dêem um golpe partidário.

A perda de respeito nos últimos anos, através do exílio em Marrocos e a doença que o atormenta, provocando-lhe sucessivas “brancas” quando se enerva, mostra que dificilmente ganhará o desafio aos seus opositores.

Kumba sente-se metido numa camisa de 11 varas e recorre ao palavrão, meio onde ele se sente mais à vontade.

Como ele diz i na cócó carruse.

Ouça no link em baixo (ou faça o download do ficheiro com) as palavras de Kumba Yalá

http://www.divshare.com/download/19970054-812

via Kumba medi rindido na si chefundadi « pasmalu.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s