CEDE(R)ÃO (por Ditadura do Consenso)

A intervenção do presidente interino e legítimo da Guiné-Bissau, Raimundo Pereira, foi suspensa por acção da CEDEAO, nomeadamente do Senegal, atravês do seu presidente Macky Sall. A posição da CEDEAO: ou discursa o golpista ou ninguém discursa. Estão preparados para o circo, pois sabem que a tese da CEDEAO não passará, logo há que usar todos os recursos disponíveis para atrasar e impedir intervenção legal.

Não se vislumbra a mais pequena hipótese de a tese da CEDEAO passar na plenária da ONU mas intentaram na mesma uma acção para impedir discurso oficial. Procedimento: assunto vai novamente ao comité de credenciais. Estes não decidem nada. Apenas tecem as suas recomendações que posteriormente enviarão para a Assembleia geral para votação. Contudo, todos os países amigos estão atentos às jogadas nos bastidores…

Naturalmente que a CEDEAO não terá hipótese alguma na votação: será a Nigéria, a Costa do Marfim, o Senegal e o Burkina Faso contra o resto do mundo, a começar pelo grupo CPLP, SADC e UE. Na reunião CEDEAO versus resto do mundo a situação piorou. Agravaram-se as tensões com a CEDEAO a recusar ceder e com posição unilateral dura e a solicitar os outros países para subscreveram a sua posição e a pagarem a factura…mas estes não vão na cantiga: em tempo de guerra (crise) não se limpam espingardas… AAS

via Ditadura do Consenso: CEDE(R)ÃO.

2 comments

  1. Agora não existe legitimidade dos deposto, temos somente um país e acho que deve ser representado pelos atuais responsáveis. os depostos não criaram condições para que possamos viver em estabilidade, se não vejamos:
    De tantas acusações feitas pelo ministro da justiça em relação ao CEMFA sobre o narcotráfico só depois veio ao público; quem compete garantir a segurança do país, não querem porque são criminosos de qualidade inimaginável e bandidos ; de onde saírem com dinheiro construindo casas e casas no país e no estrangeiro se não for o dinheiro da droga; a quando de morte de presidente da república e do chefe de estado maior general a comunidade internacional sobretudo a CPLP e a UE não posicionaram firmemente para por termo estes atos cobardes e só agora veio aparece ou talvez querem resolver seus problemas económico e financeiro através de Angola, “que lamuria da UE”. A Guiné-Bissau não pode ser gerido por cobaias de malandros egoístas. Ninguém vai hipotecar este país perante estes aldrabões de comunidade internacional.

  2. Os depostos são os legitimos representantes da guiné-bissau, porque foi o povo que os escolheu para governar e os guineenses deviam perceber que o senegal nunca nos irá querer bem, porque temos desputa com eles na fronteira por causa do petrolio e querem-nos fragilisar aproveitando pouca cultura civilicional das nossas forças armadas, embarcando-as numa piroga para poderem afogar. Eles afogando o nosso futuro é que está em causa, destruíndo o nosso país. sejamos unidos e com olhos bem abertos senão, para nós acabou, viva guiné bissau viva CPLP.saido baldé.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s