Movimento da Sociedade Civil contradiz Governo sobre execuções na Gâmbia – Notícias – Sapo Notícias

Bissau, 01 set (Lusa) – O Movimento da Sociedade Civil da Guiné-Bissau garante que foi executado um cidadão guineense na Gâmbia e outro está “no corredor da morte”, contradizendo o Governo, que diz não haver cidadãos nacionais entre os condenados à morte.

O Governo da Gâmbia executou no mês passado nove pessoas e anunciou que este mês vai executar mais 47. Segundo a imprensa, nacional e internacional, um cidadão guineense foi executado e outro está no grupo dos 47, mas o Governo de transição de Bissau já negou a existência de qualquer guineense sujeito a pena de morte.

Hoje, em Bissau, o Movimento da Sociedade Civil, que congrega diversas organizações não-governamentais, organizou uma marcha de protesto que terminou junto da embaixada da Gâmbia, que estava encerrada.

A marcha juntou poucas pessoas e decorreu sem incidentes e porque a embaixada estava encerrada não foi possível entregar um documento do Movimento, no qual é condenada a ação do Governo da Gâmbia.

Mamadu Queta, vice-presidente e porta-voz do Movimento, disse ter informações de que há dois guineenses no grupo condenado à morte, um antigo militar e um pescador, e considerou que “o Governo devia ter mais atenção” e esperar pelas conclusões de uma delegação que enviou à Gâmbia.

Ainda assim, acrescentou, havendo ou não guineenses no grupo “é preciso batalhar pela abolição a pena de morte em África e na sub-região” da África Ocidental.

No memorando, que o Movimento vai entregar na próxima segunda-feira, lembra-se que tem sede na Gâmbia a Comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos, encarregue de assegurar a aplicação da Carta Africana dos Direitos Humanos e dos Povos.

As organizações da sociedade civil guineense “juntam as suas vozes às entidades que apelam à retirada da sede da Comissão”, diz o memorando, em que se repudia e condena as execuções e onde se pede ao Governo para que tome medidas para evitar a morte de cidadãos nacionais acusados e ainda não executados.

FP.

Lusa/Fim

via Movimento da Sociedade Civil contradiz Governo sobre execuções na Gâmbia – Notícias – Sapo Notícias.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s