IICT Investigadores do IICT estudam impacto da cultura do cajú na Guiné Bissau

Os investigadores do IICT Luís Catarino e Marina Temudo deslocaram-se à Guiné-Bissau, entre 19 de junho e 9 de julho, para selecionar três conjuntos de aldeias no leste da país para a realização de estudos aprofundados de biodiversidade, etnoagronomia e serviços dos ecossistemas nas regiões de Bafatá a Gabu. Esta missão está integrada no projeto PTDC/AFR/117785/2010 O Caju na África Ocidental: desafios socioeconómicos e ambientais da expansão de uma cultura de rendimento.

No decorrer da missão foram realizados macrotransectos para caracterização do estado actual e tendências nos últimos anos da expansão da cultura do cajueiro na Guiné-Bissau, com vista à selecção de locais com diferentes intensidades de implantação daquela cultura. Para tal foram conduzidas entrevistas semi-estruturadas a grupos de agricultores e caracterizadas e georreferenciadas parcelas de agricultura de sequeiro itinerante e permanente, de cultivo de arroz por alagamento em zonas baixas, de pomares de cajú, de pousios e de floresta aberta e savana arborizada em 31 aldeias pré-selecionadas. Foram ainda realizadas reuniões com responsáveis das instituições parceiras locais do projeto, nomeadamente com o Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas e a Secretaria de Estado do Ambiente e Desenvolvimento Durável e ainda com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa.

 

2012-07-13

via IICT.

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s