Revista Africa Today – Novo Governo na Guiné-Bissau toma posse

O novo Governo guineense está formado, com os militares a entregar o poder.A cerimónia de tomada de posse do Executivo, que integra 13 secretarias de Estado e 14 ministérios, está marcada para hoje, quarta-feira.

Cumprindo o decreto assinado esta terça-feira pelo presidente de transição da Guiné-Bissau, Serifo Nhamadjo, o novo governo de guineense já está em funções mas toma posse esta quarta-feira, 23 de Maio.

O novo executivo, que tem Rui Duarte de Barros como chefe de Governo, vai governar durante um ano, altura em que se deverão realizar eleições.

Faustino Imbali, que já foi primeiro-ministro da Guiné-Bissau, foi o eleito para o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo de transição, e terá como missão conseguir o apoio da comunidade internacional face ao novo Governo de Transição.

Segundo o decreto do Presidente de Transição, Serifo Nhamadjo, o novo ministro acumula as pastas dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades Guineenses na Diáspora.

Nesta nova estrutura governamental, destaque para o novo ministro da Defesa e dos Combatentes da Liberdade da Pátria, Celestino de Carvalho, ex-director do Instituto Nacional de Defesa.

Fernando Vaz, que era porta-voz do Fórum da Oposição Democrática, passa a ocupar o cargo de novo ministro da Presidência do conselho de ministros, da comunicação social e dos assuntos parlamentares.

A pasta das Finanças fica a cargo do antigo ministro Abubacar Demba Dahaba, enquanto Carlos Vamain, que liderava o partido Fórum Cívico Guineense Social-Democracia, é o novo ministro da Função Publica, do Trabalho e da Reforma do Estado.

António Suka Ntchama assume a pasta de ministro do Interior, com Vicente Pungura a ser o responsável pela pasta da Educação.

Na Justiça, o até agora juiz desembargador Mamadu Saido Balde assume o cargo, e o pediatra Agostinho Cá assume a pasta do Ministério da Saúde.

O ministro dos Recursos Naturais e da Energia é Daniel Gomes. Já o ministério da Economia e Integração Regional passa a ser chefiado pelo economista Degol Mendes.

Malam Mané, antigo secretário de Estado da Cooperação no Governo de Kumba Ialá, foi chamado para gerir a pasta da Agricultura e Pescas, enquanto Fernando Gomes assume o ministério das Infra-estruturas.

A pasta do ministério da Administração do Território e Poder Local passa a ser gerida por Batista Té, até agora presidente interino do Partido Republicano da Independência e Desenvolvimento.

Por fim, o novo ministro do Comércio, Indústria e Valorização de Produtos Locais é tutelado por Abubacar Balde, antigo ministro do Interior.

AT com AFP/Lusa

via Revista Africa Today – Novo Governo na Guiné-Bissau toma posse.

Advertisements

One comment

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s