Políticos e militares guineenses “vão matando os sonhos dos jovens” – estudantes

Lisboa – Os jovens guineenses que estão a estudar em Lisboa, Portugal, criticaram hoje os políticos e os militares da Guiné-Bissau, que realizaram o golpe de Estado a 12 de Abril, por estarem a “matar” os seus sonhos.

Cerca de dez jovens compareceram numa conferência de imprensa organizada pela Associação de Estudantes da Guiné-Bissau em Lisboa e aqueceram o debate logo nos corredores da Faculdade de Direito de Lisboa.

Isto porque o actual porta-voz do Comando Militar que reivindicou o golpe de Estado na Guiné-Bissau é Daba Na Walna, que percorria até há pouco aqueles mesmos corredores universitários como doutorando em ciências jurídico-políticas.

“Irmão de fé” (cristão) de alguns dos estudantes hoje reunidos e professor de outros, Daba Na Walna foi elogiado académica e intelectualmente por todos. Mas ninguém esperava vê-lo na posição que assume agora”, declararam.

“Fiquei estupefacto quando o vi como porta-voz. Já não confio em ninguém. Estou desiludido”, comentou Dércio, um dos estudantes.

Em nome do grupo que convocou a conferência de imprensa, Edson Incopté, dirigente da Associação de Estudantes da Guiné-Bissau em Lisboa, disse à Agência Lusa que estão “completamente contra aquilo que se está a passar de momento na Guiné-Bissau”.

via Angola Press – África – Políticos e militares guineenses “vão matando os sonhos dos jovens” – estudantes.

Advertisements

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s