Ditadura do Consenso: ÚLTIMA HORA: Carlos Gomes Jr., volta a estar sob custódia militar

Terça-feira, 17 de Abril de 2012ÚLTIMA HORA: Carlos Gomes Jr., volta a estar sob custódia militarA delegação da CEDEAO, que integra dois ministros dos Negócios Estrangeiros de países da sub-região, insistiram na tolerância zero no que toca aos golpes de Estado nesta zona de África. O Mali foi a prova de fogo. Na reunião-maratona com o Comando Militar e o primeiro-ministro e candidato presidencial, Carlos Gomes Jr., detido desde o passado dia 12, a delegação deixou claro que quer a libertação imediata e incondicional de Carlos Gomes Jr., e do Presidente da República interino, Raimundo Pereira, e de todos os detidos, e exigiu a reposição da ordem constitucional, de acordo com uma fonte do Ditadura do Consenso.A primeira ronda de encontros terminou há poucos minutos, tendo a delegação recebido o PAIGC, não no hotel Azalai – onde recebeu outros partidos e os candidatos às eleições presidenciais antecipadas de 18 de março passado -, mas na sua representação permanente em Bissau. A CEDEAO quis, com isto, deixar a sua posição bem vincada, referiu a mesma fonte presente na reunião.Contudo, depois da reunião, Carlos Gomes Jr., voltou a ser conduzido pelos militares de volta para um aquartelamento da capital, Bissau. É que, segundo a nossa fonte, a delegação da CEDEAO tem um roteiro para cumprir, faltando alguns encontros nomeadamente com a sociedade civil e outras partes que a delegação entender conveniente, e necessária, ouvir. AAS

via Ditadura do Consenso: ÚLTIMA HORA: Carlos Gomes Jr., volta a estar sob custódia militar.

About these ads

6 comentários

  1. Vicente Mondlane · · Responder

    os guinenses nao vao a tempo de ter uma situacao politica-economica estabilizada uma vez que ha varias faccoes com interesses convergentes. Todos querem o poder e em simultaneo, se nao vejamos, quantos golpes de estado o pais ja sofreu? como dizia Ernesto Che Guevar,nenhum golpe e atentados devem ser tomados cegamente, e preciso antes inculcar no povo a ideia de golpe ou atentado para que no momento da revolucao tudo seja triunfal. ou seja na ha uniao e ninguem confia em ninguem mesmo que os interesses sejam convergentes.

  2. so queria dar um vocabulario aos militares guineense ( fazer o que deve ser feito e nao esperar os oportunistas que quer mandar sem nenhuma resposabilidade porque aquele camufuladores sem bagem nen se poden resolver so estragar e os militares deven olhar para problema do povo trabalhador que sta sofrir neste momento com dor sem cura e ha muita trabalho da limpesa nos quarteis ) desculpa por erro ortografica

  3. Pedimos que os militares tenham sensibilidade e solidariedade para com as crianças inocentes e povo guineense. Já estamos cansados de ver nossos irmãos presos ,torturados e mortos,sem justificativa.
    No momento, nossos hospitais que já não ofereciam boa condição para população agora estão piores , sem alimentação suficiente para os doentes, falta de água e energia, pois as empresas encontram-se fechadas.
    Gostaria de saber o que a população está fazendo para se alimentar, se todos os mercados estão fechados? Os bancos também já declaram que vão fechar por motivo de segurança, a maioria das rádios estão fechadas pelos militares, e as que estão funcionando trabalham para os militares censurando a informação que é passada.
    Já não temos governo, os militares aplicaram o Golpe de Estado,sumindo com o presidente interino e o primeiro ministro, que foi elegido democraticamente e ainda não tinha terminado o seu mandato.
    Os políticos não pensam no desenvolvimento do país, mais sabem provocar e fomentar os conflitos,e os militares ao invés de defender a pátria usam do poder das armas e da violência para prender os civis com argumentos falsos .
    Nós guineenses estamos cansados de viver nessa situação, e temos vergonha de tudo isso que está acontecendo em nosso país . Por causa dos covardes que usam da poder das armas para fazer desgraça com a população.
    Cadê a democracia de Guiné Bissau? Cadê a comunidade internacional para intervir antes que seja tarde ?

  4. Pedimos que os militares tenham sensibilidade e solidariedade para com as crianças inocentes e povo guineense. Já estamos cansados de ver nossos irmãos presos ,torturados e mortos,sem justificativa.
    No momento, nossos hospitais que já não ofereciam boa condição para população agora estão piores , sem alimentação suficiente para os doentes, falta de água e energia, pois as empresas encontram-se fechadas.
    Gostaria de saber o que a população está fazendo para se alimentar, se todos os mercados estão fechados? Os bancos também já declaram que vão fechar por motivo de segurança, a maioria das rádios estão fechadas pelos militares, e as que estão funcionando trabalham para os militares censurando a informação que é passada.
    Já não temos governo, os militares aplicaram o Golpe de Estado,sumindo com o presidente interino e o primeiro ministro, que foi elegido democraticamente e ainda não tinha terminado o seu mandato.
    Os políticos não pensam no desenvolvimento do país, mais sabem provocar e fomentar os conflitos,e os militares ao invés de defender a pátria usam do poder das armas e da violência para prender os civis com argumentos falsos .
    Nós guineenses estamos cansados de viver nessa situação, e temos vergonha de tudo isso que está acontecendo em nosso país . Por causa dos covardes que usam da poder das armas para fazer desgraça com a população.
    Cadê a democracia de Guiné Bissau? Cadê a comunidade internacional para intervir antes que seja tarde ?

  5. Dedinha Nancassa · · Responder

    Cadê a democracia de Guiné-Bissau? Onde está o amor e o nacionalismo desses militares e dos políticos para com o país e com o povo?
    Os militares já nomearam Serifo Nhamadjo como presidente da republica de transição e o Sony Djalo como presidente de conselho nacional de transição. Como sabemos, esses são uns dos cincos candidatos que perderam nas eleições democráticas e não aceitaram suas derrotas sendo isso, o motivo do golpe e da situação que o país está enfrentando, e agora foram escolhidos pelos militares para assumir o poder, retirando o presidente interino e o primeiro ministro que foi eleito democraticamente.
    Eles estão unidos para abusar do poder sem o apoio da população, isso não é a democracia que nós guineenses queremos. Parece que eles só querem cometer injustiças, derramando o sangue dos inocentes através das armas. Cadê o amor ao próximo ao seu próprio povo e país? Essa e política do abuso e do medo

  6. Gostaria de encorajar o AAS, a continuar a fazer o seu trabalho, mesmo debaixo da pressão dos militares e de alguns políticos falhados que sabem que por via democrática nunca vão chegar ao poder porque nós os guineense não somos povo burro, a inimizade contra o CADOGO Jr. é porque não deixa esses bandidos, limpar os cofres de estado.
    Peço aos meus irmãos guineense, que tenham paciência, tarde ou cedo a justiça será feita.
    Coragem a todos

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 54 outros seguidores

%d bloggers like this: